A jornada começa quando você decide ser feliz

Momentos como esse que estamos passando nos fazem lembrar de uma didática muito inerente à natureza instintiva, aquela mesma que faz a mãe pássaro empurrar os filhotes pra fora do ninho para que eles aprendam a voar.

Muitas vezes, quando estamos estagnados pelo medo, recebemos o empurrãozinho que precisamos para descobrir que temos asas.

As crises ajustam nossa postura diante da vida e nos mostram que ela é grandiosa demais para não ser vivida intensamente.

Aconteceu comigo, aconteceu com várias mulheres que eu conheci através do meu trabalho, e neste exato momento, está acontecendo com muitas outras que precisaram de uma pandemia seguida de crise mundial para se verem finalmente livres, por mais assustador que isso pareça.

Está tudo bem ter medo de abandonar a estabilidade. Todas nós ficamos confusas quando o emprego dos sonhos já não nos realizava; quando o curso que tanto queríamos parou de fazer sentido.

Você não foi a única a achar que estava ficando louca quando DECIDIU viver do seu fazer. Mas se essa foi a sua escolha, saiba que você é uma mulher potente e corajosa e já deu o primeiro passo e também o mais difícil:


Sim, dá frio na barriga, é desafiador. Mas calma que você não está perdida, só está construindo um caminho novo, único, que vai levar ao encontro da sua própria essência.

Para ter certeza do sentido que deve seguir, ou seja, para saber quais são os próximos passos deste processo, uma chave poderosa é questionar-se.

Essa palavra sempre teve um grande impacto dentro de mim. o que me levou ao autoconhecimento, além das necessidades da própria essência, foi a filosofia. Identifiquei esse amor pelo pensamento filosófico que persiste até a hoje aos 15 anos de idade, graças a um professor muito dedicado e que durante três anos de ensino médio se esforçou para ensinar aos seus alunos uma única lição: aprenda a questionar.

A pergunta certa é a chave que abre portas.

Falarei sobre essa chave no próximo artigo.

Raíla Maciel

Leave a Comment