Resenha do livro Romance Tóxico por Estante da Nah

Olá,

Eu convidei a Nathália, do @estantedanah, para uma parceria onde ela vai trazer indicações de livros aqui para o nosso site. Ela leu 86 livros em 2019 e tem muita informações para compartilhar.

Uma das minhas metas para 2020 é ler mais e como eu sempre escolho o mesmo gênero, as indicações da Nah vão me ajudar muito. A primeira resenha que vamos trazer é sobre o livro Romance Tóxico, da Heather Demetrios, que fala sobre relacionamentos abusivos.

Espero que vocês gostem e também se sintam estimuladas. Boa leitura!

Raíla Maciel


Por: estantedanah

❝ Garotas não se apaixonam por cretinos manipuladores que as tratam como merda e as fazem questionar seriamente suas escolhas. Elas se apaixonam por cretinos manipuladores (que as tratam como merda e as faz questionar seriamente duas escolhas) que elas ACHAM que são príncipes encantados .❞
.
.

Uma história contemporânea, comovente e incrivelmente honesta sobre como encontrar forças para se libertar de relacionamentos tóxicos.

SINOPSE:
Grace quer sair de casa. Ela se sente sufocada pelo padrasto agressivo e pela mãe obsessiva, que a faz esfregar o chão até toda a poeira (que só ela enxerga) sumir. Quer ir embora da cidadezinha onde mora, na Califórnia, pequena demais para seus sonhos. Quer fugir da vida que leva e se tornar uma artista em Paris, uma diretora de teatro em Nova York… qualquer futuro que seja distante do medo e da solidão que sente.


Então ela se aproxima de Gavin: charmoso, talentoso e adorado por todos da escola. Quando os dois se apaixonam, Grace tem certeza de que aquele romance é bom demais para ser verdade. Mas as suas amigas enxergam um outro lado do garoto ― controlador e perigoso ―, que, com o tempo, vai transformar o relacionamento dos dois em uma prisão da qual Grace será incapaz de escapar sozinha.
.
.
❝ Você é um labirinto, todo cercas altas e voltas infinitas. Não consigo encontrar a saída, não consigo ver por onde passei. Corro, perdida em sua escuridão. Aprisionada. Independente de para onde viro, encontro um beco sem saída. Fico voltando para o início.❞
.
.
Intenso! Só essa palavra pode resumir esse livro. Quando comecei a ler, achava que já sabia o que esperar, e mesmo assim não estava tão preparada como imaginei.


Grace, uma menina de 17 anos, que sofre um relacionamento abusivo em casa com o padrasto e a própria mãe – a pessoa que deveria está sempre ao seu lado pra apoiá-la, não importa as circunstâncias. Mas acontece que é o padrasto dela quem tem a voz dentro de casa e a mãe, uma neurótica por limpeza – que também vive um relacionamento abusivo, não consegue ter voz para defender a própria filha. As únicas pessoas com quem pode contar, são suas melhores amigas, Nat e Lys, que sempre estiveram ao seu lado por tudo! E como uma válvula de escape, aparece Gavin, o garoto por quem ela tem uma paixonite… O garoto lindo da escola, típico bad boy e ainda músico. Ahhh Gavin, como ele era perfeito no início, dedicado, carinhoso e por aí vai… Só que como nem tudo é perfeito, não demorou muito para ele mostrar suas garrinhas, e começar a exigir coisas descabidas, e a colocar regras no relacionamento deles… E em vez de ser príncipe encantado do início do relacionamento, que sempre esteve lá para ajudá-la, ele se tornou aquela pessoa que só a fazia se afundar ainda mais, ao ponto de fazê-la pensar em tirar a própria vida para se ver livre…
A cada página que eu lia, me sentia na pele da Grace, conseguia sentir o que ela sentia, e me apaixonei pelo Gavin junto com ela, não sabia se o amava ou se o odiava com o passar da história, até chegar um momento de ler com o coração na mão, e aquele frio na barriga, para saber como seria o desfecho dessa história.
.
.
❝ O mundo, lembro a mim mesma, será meu se eu tiver coragem de agarrá-lo quando me for dada a oportunidade .❞

Nathália Souto

Leave a Comment