Sororidade: o poder da irmandade entre mulheres

Se pegarmos a etimologia da palavra podemos defini-la da forma mais simples e objetiva como: a IRMANDADE entre MULHERES.

A raiz soror vem do Latim sorore que significa irmã e deu origem à palavra Sororidade. Da mesma maneira que raiz frater originou a palavra fraternidade.

Assim, torna-se fácil compreender o termo mais profundamente como um sentimento que se expressa na união feminina. Essa aliança potencializa a força de cada mulher e cria um vínculo poderoso de energia que é capaz de promover mudanças significativas em uma sociedade.

Não foi por acaso que durante muito e muito tempo a irmandade feminina foi invertida na competitividade. Fomos ensinadas a competir porque isso nos desconecta do grande potencial que temos juntas. Mulheres que competem se enfraquecem, enquanto que mulheres que se ajudam e se apoiam como irmãs têm um poder imbatível.

A competitividade é um sentimento equivocado baseado apenas em questões superficiais, é mais da objetificação da mulher, fruto de uma cultura que tentou nos reduzir a um corpo. Mas nós somos muito mais que isso e felizmente estamos começando a perceber.

Portanto, a sororidade é muito mais que um termo que está na moda. É um movimento de mudança cultural, é uma quebra do paradigma, é uma atitude revolucionária.

É a reativação da força do sagrado feminino dentro e fora de nós.

O projeto O QUE ELA FAZ? tem como base a sororidade uma vez que é uma rede de apoio ao empreendedorismo feminino criativo e com propósito. Nosso objetivo aqui é promover o auxílio mútuo entre mulheres, valorizando as diversas produções, de modo que juntas possamos alcançar nossos objetivos individuais e também coletivos.

Leave a Comment